Blog dedicado ao que, subjectivamente, influencie a ilha Terceira.

Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006
Canonização de Maria Vieira

O pároco da Matriz da Vila de São Sebastião, Jacinto Bento, está a preparar uma petição para dar inicio ao processo de canonização de Maria Vieira.

O processo está ainda numa fase embrionária, procedendo-se agora à recolha de testemunhos junto dos conterrâneos da mártir.

Com certeza este será um processo bastante longo, como é da praxe nesta coisas, mas o certo é que já desde há bastante tempo que o povo elegeu Maria Vieira como Santa e o seu culto cresceu e confirmou-se com o tempo.

Só falta mesmo a oficialização...porque a santidade já lá está.



publicado por a-terceira-ndo às 20:08
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Junho de 2006
Adeus Padre Cândido

Faleceu esta semana, vitima de doença prolongada, o Padre Cândido Botelho Falcão. 

O Padre Cândido foi durante largos anos o "Padre Cândido da Praia" e para muitos praienses ainda assim era conhecido, apesar de já há alguns anos, não estar na paróquia de Sta. Cruz.

Foi um homem consensual e interventivo ao longo da sua vida. Sempre muito dedicado à igreja e à sociedade que o rodeava.

Aqui fica a homenagem a um homem que faz parte da memória de muita gente de cá.

 



publicado por a-terceira-ndo às 12:23
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Junho de 2006
A Insígnia para Vitorino

Hoje foram atribuídas as primeiras Insígnias Honoríficas Açorianas.

Entre elas foi atribuída a Insígnia Autonómica de Reconhecimento a Vitorino Nemésio.

Vitorino Nemésio que nasceu na Praia da Vitória em 1901, viria a ser o autor de Mau Tempo no Canal, um livro que é considerado um marco na história do romance português do século XX.

Mas apesar do enorme e merecido sucesso deste romance, Vitorino Nemésio era, acima de tudo, um poeta e, sendo poeta, ele era como no resto, genial.

Aqui por homenagem, deixo o poema Rocha do Mar. Todo ele açoriano...como Vitorino.

ROCHA DO MAR


 

Vitorinio Nemésio, 24 de Abril de 1976

Já uma vila dos Açores
Loze ligeira no horizonte.
Será num alto das Flores,
No Pico ou logo de fronte,
Espraiadinha num cume
Ou encolhida em Calheta?
O ser nossa é que resume
Seus amores de pedra preta.
Para vila da Lagoa
Falta-lhe a cidade ao pé,
A distância de Lisboa
Já não me lembro qual é.
Para Vila Franca ser
Falta-lhe o ilhéu à ilharga,
É airosa pra se ver,
Mais comprida do que larga.
Povoação não me parece,
Nos padieiros não condiz,
Aos camiões estremece,
Mas não aguenta juíz .
Pra Ribeira Grande falta-lhe
O José Tavares no quintal,
Rija cantaria salta-lhe
Dos cunhais, branca de cal,
Mas não é Ribeira Grande:
Essa merecia foral!
No dia em que haja quem mande
Será cidade mural.
Nordeste - só enganada
Na vista da Ilha Terceira,
Longe de Ponta Delgada,
Sua sede verdadeira.
Nem Vila do Porto altiva,
A mais velha da fiada,
Em suas ruas cativa
Como princesa encantada.
De cimento a remendaram,
Coroaram-na de aviões,
Mas eternos lhe ficaram
Os bojos dos seus tàlhões .
Se é a Praia da Vitória
Não lhe reconheço a saia:
Enchem-lhe a areia de escória,
Ninguém diz que é a mesma Praia.
Talvez seja Santa Cruz
Da Graciosa, ou a sua Praia,
Com o Carapacho e a Luz
Cheirando a lenha de faia.
De S. Jorge a alva Calheta
Ou a clara vila das Velas,
E o alto, alvadio Topo
Com um monte de pedra preta
Dando realce às janelas.
As Lajes ou o Cais do Pico,
A escoteira Madalena
Vilas são de vinho rico,
Qual delas a mais morena.
Santa Cruz das Flores seria
Essa vila açoriana
Ou as Lajes de cantaria
Do bom Pimentel soberana.
Finalmente, só o Rosário,
Que do Corvo vila é,
Pequena como um armário
Ou um chinelinho de pé.
Mas não é nenhuma delas,
Nem Água de Pau, que o foi,
S. Sebastião, ou Capelas,
Da Terceira arca de boi
Como a nossa Vila Nova,
Que nem chegou a ser vila,
Tão branca na sua cova,
Tão airosa, tão tranquila.
Ah, já sei! É delas, fundo,
Que o muro alvo se perfila
Contra os corsários do mundo
Que invejam a nossa vila,
Nosso povo, na folia
De uma rocha de mar bravo,
Que o Guião da autonomia
Só por morte torna escravo.


publicado por a-terceira-ndo às 23:02
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 24 de Abril de 2006
Não se fala de Diogo

Não somos muito dados a falar de história aqui pela ilha e quando se fala, normalmente fala-se da história de um ponto de vista nacional.

Não se pode dizer que isto seja mau, já que somos parte integrante do todo nacional e como tal a história de Portugal é a nossa história.

Mas, acho eu, que talvez não fosse ruim nos centrarmos um pouco na história dos Açores. Pois parece-me que conhecendo melhor as nossas raízes, mais incentivados estaríamos para defender a nossa cultura de influências externas...pelo menos mal não faria.

Já que se pretende que as crianças da escola primária fiquem mais tempo nas aulas, para desenvolverem as necessárias habilidades de inglês e matemática, talvez se lhes pudesse ensinar uma vez por semana, nessas horas extras, a história dos Açores.

Talvez assim o nome de Diogo de Silves fosse mais conhecido e o justo reconhecimento lhe fosse atribuído . Já que desde a leitura feita pelo historiador Damião Peres da carta marítima de Gabriel de Valsequa , se aceita que foi ele quem terá descoberto os Açores em 1427.

Devia por isso ser um nome muito mais conhecido por estas bandas. Já que para nós é muito mais meritório do que o conhecidíssimo Cristóvão Colombo.

Acho até que os Açores deviam dedicar um dia a este tão importante (para nós) marinheiro, seria o dia em que celebraríamos não só a descoberta dos Açores, mas o facto de termos uma história própria. Nesse dia seria então tradicional ouvir folclore açoriano, comer pratos regionais, beber do bom vinho de cheiro e quem sabe, talvez bebêssemos um copo em memória do Diogo



publicado por a-terceira-ndo às 08:01
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 14 de Abril de 2006
Mota Amaral nomeado chanceler das Ordens Nacionais

O presidente da República nomeou João Bosco Mota Amaral para chanceler das Ordens Nacionais.

Como chanceler Mota Amaral será responsável pela instrução de todos os processos de agraciamento da Ordem. Sejam os da "Ordem do Infante D. Henrique", que visa distinguir serviços relevantes prestados a Portugal no País e no estrangeiro, como os da "Ordem da Liberdade", que visa distinguir serviços relevantes prestados em defesa dos valores da civilização, em prol da dignificação do homem e à causa da liberdade.

Não sendo terceirense, Mota Amaral, foi presidente do Governo Regional dos Açores de 1976 a 1995, quase duas décadas, o que fez dele uma figura marcante para todas as ilhas e um dos mentores dos Açores autónomos.

É de salientar que Mota Amaral foi Presidente da Assembleia da República de Abril de 2002 a Março de 2005 e de salientar também que recebeu várias condecorações: Em Portugal a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, o Grande Oficialato da Ordem de Mérito e a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo; Na República Federal da Alemanha o grau de Grande Oficial da Ordem Nacional de Mérito; na Hungria a Grã-Cruz da Ordem de Mérito da República da Hungria; no Brasil a Grã-Cruz da Ordem do Cruzeiro do Sul; e na Áustria a Grã-Cruz da Ordem de Mérito da República da Áustria.

Ou seja Mota Amaral é detentor de um percurso politico invejável sendo ainda mais apreciável o facto de ser um percurso politico conseguido por um ilhéu.

Como tal, e independentemente de cores clubistico-partidárias...Bem haja Dr. João Bosco Mota Amaral



publicado por a-terceira-ndo às 08:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Grupo etnográfico da Riberirinha - A Chamarrita
pesquisar
 
O a-TERCEIRA-ndo pergunta

Considerando a malograda Lei das Precedências, quem acha que é a figura mais importante dos Açores?
Carlos César
Sérgio Ávila
Costa Neves
Berta Cabral
João Ângelo (virtuoso cantor das Velhas)

Vêr resultados
Sondagem grátis
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Contacto
Sugira/Comente
posts recentes

Canonização de Maria Viei...

Adeus Padre Cândido

A Insígnia para Vitorino

Não se fala de Diogo

Mota Amaral nomeado chanc...

arquivos
tags

actualidade(492)

sociedade(145)

cultura(130)

Praia da Vitória(73)

Angra do Heroísmo(72)

angra do heroísmo(55)

praia da vitória(40)

desporto(37)

religião(8)

algo de bom/algo de mau(6)

história(5)

personalidades(5)

sondagem(5)

angra do heroísmo.(1)

lugares da terceira(1)

praia da victória(1)

praia da vitóra(1)

todas as tags

links
* Selo *
(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o código no teu blog)
Click for Angra Do Heroismo, Azores Forecast
subscrever feeds