Blog dedicado ao que, subjectivamente, influencie a ilha Terceira.
Sábado, 1 de Julho de 2006
51 touradas em Julho

É obra!

Para este mês, estão agendadas 51 touradas à corda.

35 destas touradas decorrerão no concelho de Angra do Heroísmo e 16 no da Praia da Vitória.

É a prova que esta é uma das tradições mais vincadas da ilha, resistente ao teste do tempo, mas também ao teste que é enfrentar a crise económica que por aqui anda.

Organizar uma tourada é bastante dispendioso, desde o custo dos touros, que pode ser considerável (ainda mais se a tourada tiver a presença de touros puros, o que é muito comum), ao custo das licenças camarárias, dos seguros, dos anuncios obrigatórios, da policia, etc.

E, mesmo assim, cá estão elas...51 num só mês. Impressionante esforço financeiro, que tem o contributo da população em geral.

Admito que se possa pensar que, nestes tempos menos áureos , talvez este dinheiro fosse melhor empregue em outras coisas mais produtivas.

Mas pensar assim, só se não se tiver nascido na Terceira, porque isto está no sangue e todos aqui, quer o digam ou não, sentem orgulho desta pujança tradicional e até mesmo quem não gosta em particular de participar nas touradas, não deixa de admirar o sentimento e a singularidade que elas representam.

Além do mais, as touradas sempre geram algum movimento económico, que não trazendo riqueza externa, ao menos vai rodando o que existe por cá. E dificilmente a crise seria debelada mesmo que se acabassem as touradas.

Touradas da Terceira...ainda bem que elas existem, por nós e para nós...contra todo o tipo de crise.



publicado por a-terceira-ndo às 09:00
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Azoriana a 1 de Julho de 2006 às 15:13
Aplaudo este texto de pé e com "Vivas". Esta tradição, especialmente terceirense, envolve custos e lucros que vão desde o dono dos toiros e das pastagens para os mesmos, até ao vendedor de gelados e o dos amendoins com ou sem casca, do movimento de viaturas até à nova "t-shirt" com a emblemática apetecida, os foguetes que parecem pipocas a rebentar pelos ares, a bebida fresquinha nas tasquinhas, as bifanas no pão que se alegra festivo, a ginástica dos pastores que se esfalfam para evitar marradas profundas, as mazelas de algumas marradas nos mais afoitos que sentem os galhos na pele... etc. Se isto acabar penso que a Terceira caía num desânimo feroz. E cá para nós, que ninguém nos ouve agora... até os Santos gostam das touradas que os paroquianos lhes oferecem pois é uma maneira de chamar gente ao arraial da festa paroquial. E contra isso ninguém se atreve dizer que não. Despeço-me, por hoje, com um bem hajam as Touradas, sem sangue na "arena".


De x a 22 de Agosto de 2007 às 15:45
teste


Comentar post

Grupo etnográfico da Riberirinha - A Chamarrita
pesquisar
 
O a-TERCEIRA-ndo pergunta

Considerando a malograda Lei das Precedências, quem acha que é a figura mais importante dos Açores?
Carlos César
Sérgio Ávila
Costa Neves
Berta Cabral
João Ângelo (virtuoso cantor das Velhas)

Vêr resultados
Sondagem grátis
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Contacto
Sugira/Comente
posts recentes

Em Pleno Século XXI

IV Triatlo de Angra do He...

Programa Provisório Das F...

Perdida a Esperança

Na Terra Do Jardim

Destaque no Sapo

A Polémica Da Escola

A Virtude Das Pequenas Ob...

A Grande Obra Vem Aí

A Igreja Na Sacristia

arquivos
tags

actualidade(492)

sociedade(145)

cultura(130)

Praia da Vitória(73)

Angra do Heroísmo(72)

angra do heroísmo(55)

praia da vitória(40)

desporto(37)

religião(8)

algo de bom/algo de mau(6)

história(5)

personalidades(5)

sondagem(5)

angra do heroísmo.(1)

lugares da terceira(1)

praia da victória(1)

praia da vitóra(1)

todas as tags

links
* Selo *
(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o código no teu blog)
Click for Angra Do Heroismo, Azores Forecast
subscrever feeds